AMO TÊNIS

Olimpíadas

  • Crédito: EFE

    Tenista porto-riquenha faz história para seu país na Rio 2016.

Puig é a primeira finalista

Porto-riquenha assegura a nona medalha da história de seu país com esta final
Por: Redação - 12/08/2016 14:41:34

A porto-riquenha Monica Puig, é a primeira finalista do torneio olímpico da Rio 2016. Com o feito ela assegurou a nona medalha da história de seu país. A jogadora de 22 anos e 34ª do mundo eliminou a bicampeã de Wimbledon Petra Kvitova com parciais de 6/4, 1/6 e 6/3 em 1h53 de partida nesta sexta-feira.

Em busca da medalha de ouro, Puig disputa a final de simples neste sábado contra a vencedora da partida entre a alemã Angelique Kerber e a norte-americana Madison Keys. Já Kvitova disputará a medalha de bronze contra quem perder a segunda semifinal.

Porto Rico nunca ganhou uma medalha de ouro olímpica. O país tem apenas oito medalhas na história, sendo seis de bronze e duas de prata. O boxe rendeu seis bronzes e uma prata entre 1948 e 1996. Já nos Jogos de Londres há quatro anos, os porto-riquenhos conseguiram uma prata na luta olímpica e um bronze no atletismo.

Havia possibilidade de o país ter um ouro no tênis há 24 anos. Isso porque Gigi Fernandez foi campeã de duplas em Barcelona atuando como atleta americana ao lado de Mary Joe Fernandez, que também não nasceu nos Estados Unidos, mas na República Dominicana.

Kvitova venceu os três primeiros games do jogo, mas perdeu a vantagem rapidamente. A tcheca ainda seria quebrado de zero no nono game, antes que Puig fechasse o set. O segundo set foi muito melhor para a bicampeã de Wimbledon, que abriu 5/0 com das quebras e só enfrentou break points na hora de fechar.

Se no primeiro set Kvitova cometeu 16 erros não-forçados contra apenas 4 de Puig, na segunda parcial diferença foi na contagem de winners com 17 a 4 para a tcheca. A primeira quebra da parcial decisiva foi obtida no sexto game, colocando a porto-riquenha com 4/2. A tcheca devolveu a quebra, mas não sustentou uma sequência de ralis mais longos para perder novamente o saque. Bastou a Puig confirmar o serviço para fazer história para seu país.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade