AMO TÊNIS

+ Notícias

  • Crédito: Getty Images Sport

    Djokovic admite falha com realização de torneio sem protocolos.

O que Djokovic aprendeu?

Djokovic admite falha com realização de torneio sem protocolos: "Era muito cedo"
Por: João Teixeira - 23/06/2020 15:53:20
1.690 visualizações

O sérvio Novak Djokovic, atual número um do mundo, sempre reclamou que o fãs, na maioria dos torneios da ATP, nunca torcem por ele quando enfrenta os outros dois membros do "Big Three", o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal e que enfrenta uma certa resistência, onde chegam a julgá-lo como antipático e em muitos os casos, sofrendo inclusive vaias.

Mas infelizmente o que o número um do ranking mundial não consegue entender, pelo visto, é o seu papel diante da sua história no tênis e no esporte mundial. Papel de ídolo e toda a sua responsabilidade, pois é seguido por milhões de fãs, não somente de sua terra natal, mas do mundo inteiro e portanto, todas as suas atitudes tem um grande impacto, podendo ser positivo ou negativo. Inclusive para as grandes marcas que representa.

A realização do torneio de exibição Adria Tour, realizado na Sérvia e na Croácia, tendo Djokovic como maior nome e organizador e com a presença de alguns outros importantes tenistas, como o búlgaro Grigor Dimitrov, o austríaco Dominic Thiem, o alemão Alexander Zverev, o croata Borna Coric e o seu conterrâneo Viktor Troicki, passou de um ato solidário para um ato irresponsável, pois não houve algumas preocupações básicas adotadas pelo mundo afora, como o distanciamento social, diponibilização de alcool em gel, medida de temperatura, entre tantas outras.

O evento foi uma verdadeira exibição de enfrentamento ou negacionismo da existência da pandemia, querendo mostrar ao mundo que tudo estava normal e que "eles" eram os garotos propaganda desta normalidade. Mas não foi o que aconteceu e o limite destes atletas foi demonstrado com uma contaminação em massa, de até o momento quatro deles, Dimitrov, Coric, Troicki, Djokovic(inclusive sua esposa Jelena Djokovic) e alguns membros de suas respectivas comissões técnicas e, por enquanto, ainda não temos notícias oficiais, de contaminação em ninguém do público presente.

Além do próprio torneio, que teve abraços entre os jogadores e presença de público sem uso de máscaras, os tenistas ainda foram filmados em uma festa numa boate em Belgrado e participaram de outras atividades, como partidas de futebol e basquete tanto na Sérvia quanto na Croácia.

Djokovic tem que refletir o seu papel e principalmente entender que é um grande formador de opinião e começou a demonstrar isso nesta terça-feira(23) com um pedido de desculpas, através de suas redes sociais:

"Eu sinto muito que nosso torneio tenha causado prejuízo. Tudo que os organizadores e eu fizemos no último mês, fizemos com a melhor das intenções. Nós estávamos errados e era muito cedo. Eu não consigo expressar o quanto eu sinto muito por isso e por todos os casos de infecção".

O sérvio colocou em check a sua posição como líder dos tenistas, afinal é o presidente do Conselho de Jogadores da ATP (Associação Profissional de Tenistas) e recentemente comprou uma briga com um grande número de tenistas, entre eles Roger Federer e Rafael Nadal, por ter votado e liderado o movimento pela saída do CEO do circuito, Chris Kermode, que estava no cargo desde novembro de 2013.

Aqui no Brasil, tivemos como destaque os posicionamentos do tenista mineiro Bruno Soares e do ex-tenista Fernando Meligeni. Soares, que é membro do Conselho de Jogadores da ATP, disparou contra o número 1 do mundo em uma entrevista para o portal GloboEsporte.com: "Irresponsabilidade enorme" e "show de horrores".

Já Meligeni, fez um post em suas redes sociais comentando dos ensinamentos de humldade que seu pai lhe passou, onde ouviu: "filho, o esporte é maior que você. Você não tem direito de arranhar sua história. Você irá embora. Ele ficará para sempre. Respeite-o".

O que fica de aprendizado para esse monstro do tênis, depois desta infeliz iniciativa é que "ser ídolo é muito maior que ser o melhor no seu esporte".

Veja a nota completa de Novak Djokovic:

Olá a todos. Nós voltamos a Belgrado e eu testei positivo para a Covid-19, assim como Jelena (esposa de Djokovic). As crianças testaram negativo. Nós vamos nos manter em isolamento pelos próximos 14 dias e repetir os testes em cinco dias.

Eu sinto muito que nosso torneio tenha causado prejuízo. Tudo que os organizadores e eu fizemos nos último mês, fizemos com a melhor das intenções. Nós acreditamos que o torneio seguiu todas os protocolos de saúde de nossa região e parecia que estava em boas condições para finalmente reunir as pessoas por razões filantrópicas. Nós estávamos errados e era muito cedo. Eu não consigo expressar o quanto eu sinto muito por isso e por todos os casos de infecção.

Se você esteve presente na Adria Tour ou próximo a qualquer pessoa que esteve presente, por favor, realize testes e pratique distanciamento social. Para todos em Belgrado e Zadar, nós vamos enviar recursos de saúde num futuro próximo. O resto do torneio está cancelado e vamos nos manter focados em todos que foram afetados. Rezo pela recuperação total de todos.

 

 

Compartilhe



Veja também...

1 Comentários

  1. Roberto GayosoDiz:

    Como disse Josip Broz, de alcunha Tito, que foi o manda-chuva da antiga Iugoslávia do pós-guerra até seu falecimento em 1980: se vc é sérvio, logo croata....ou seja, não significa nada...
    hahaha

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade