AMO TÊNIS

Olimpíadas

  • Crédito: Cristiano Andujar/CBT

    Bellucci vence mais uma e agora vai encarar Rafael Nadal por vaga nas semifinais.

Bellucci vence e vai encarar Nadal

Tenista paulista iguala Gustavo Kuerten, em Sydney 2000, e já está nas quartas da Rio 2016
Por: Redação - 11/08/2016 14:58:45

Thomaz Bellucci voltou a empolgar o público na quadra 1 do Centro ølímpico de Tênis. O paulista está a uma vitória de brigar por uma medalha nas simples nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Depois de eliminar o 21º do ranking Pablo Cuevas, Thomaz Bellucci, número 54 do mundo, superou o sétimo favorito ao ouro por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (12/10) 6/4, após duas horas de jogo.

Em busca de uma vaga na semifinal, que daria a chance de jogar por uma medalha, Bellucci terá seu maior desafio contra Rafael Nadal, quinto do mundo e dono de 14 Grand Slams, que eliminou o francês Gilles Simon, 31º, por 7/6 (7/5) 6/3.

Contra Nadal, o brasileiro não conseguiu vitórias em cinco partidas, nenhuma delas no piso rápido. O espanhol faz seu retorno ao circuito desde Roland Garros, quando atestou um problema no punho esquerdo. Ele esteve em dúvida até uma semana antes para disputar a Olimpíada. Nadal foi ouro nos Jogos de Pequim em 2008.

Thomaz iguala a melhor campanha do maior brasileiro do masculino da história, Gustavo Kuerten, que perdeu nas quartas em Sydney 2000 para Yevgeny Kafelnikov. Em simples, Fernando Meligeni foi quarto lugar em Atlanta 1996, perdendo a semifinal para Sergi Bruguera e o bronze para Leander Paes.

A vitória também foi uma prévia do que virá no mês que vem na Copa Davis em Ostend, na Bélgica, onde o Brasil busca vaga no Grupo Mundial em 2017 contra os belgas.

O jogo

A primeira etapa não começou nada boa. O brasileiro deu dupla-falta e foi quebrado no terceiro game. Caminhou atrás o tempo todo sem incomodar no serviço do rival e levantando um 0/40. e depois um 15/40. Mas viu Goffin se artrapalhar e jogou seu melhor tênis no décimo game devolvendo a quebra, sendo quebrado e devolvendo novamente no 12º game.

No tie-break muito equilíbrio e as devoluções falando mais alto. Bellucci teve quatro set-points, perdeu um com dupla-falta e outros com boa jogada de Goffin, mas viu David errar para fechar por 7/6 (12/10), após mais de uma hora.

Na segunda etapa era visível que a confiança tinha mudado de lado. Thomaz tinha o nome gritado pela torcida e sacava bem, jogava com consistência e agressividade no backhand e no forehand. Ele incomodou praticamente todos os games de Goffin, para abrir 5/3 e fechar por 6/4, após salvar um break com bom serviço e voleio curtinho, para depois bater no peito e vibrar.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade