AMO TÊNIS

ATP Finals

  • Crédito: GettyImages Sport

    Torneio de final de ano é disputa em uma das mais rápidas superfícies do circuito.

Ex-treinador de Halep defende ATP Finals no saibro

Australiano declarou que a ATP deveria estudar uma mudança de superfície para a competição
Por: Redação - 16/12/2018 17:27:43

Um dos principais assuntos do mundo do tênis na última semana foi a apresentação das principais candidatas a assumir a sede do ATP World Tour Finals a partir de 2021, após o fim do contrato com a cidade de Londres em 2020.

No meio dos debates acerca da escolha da nova sede, o australiano Darren Cahill usou seu perfil no Twitter, em uma conversa com o jornalista Simon Cambers, para abordar a necessidade de uma troca de piso, mais especificamente para o saibro.

“O torneio precisa ser jogado no saibro. Eles poderiam facilmente colocar uma quadra de saibro e umas duas quadras de treino na O2 Arena. Seria mais caro, mas os dólares estão fluindo cada vez mais. É injusto que seja sempre no mesmo piso”, avaliou

Apesar de haver uma grande vontade por parte dos jogadores de que o torneio deixe a cidade de Londres, onde é realizado desde 2009, Cahill apoia sua continuação na capital Inglesa, mas rechaça que mais importante que o local de realização, é a rotação de superfícies.

“Estou bem com a continuação do torneio na O2, se isso for decidido, pois Londres vem realizando o torneio de forma incrível. No entanto, rotacionar o piso é um pouco mais importante que o local onde será jogado. Esse é o evento mais importante da ATP e deveria ser juto com todos os jogadores ao longo de suas carreiras”, pontuou.

Vale recordar que o espanhol Rafael Nadal havia sugerido em outras ocasiões no passado que o piso do ATP Finals fosse mudado para o saibro. Desde sua criação, em 1970, o torneio foi apenas disputado em quadras rápidas, com o carpete entre 1970 e 1973, grama em 1974, carpete novamente entre 1975 e 1996, quadra dura coberta entre 1997 e 2002, quadra dura descoberta em 2003 e 2004, carpete novamente em 2005, e quadra dura coberta desde o ano de 2006.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade